Você sabe usar corretamente o umidificador de ar?

O tempo seco e a baixa umidade do ar, junto com a poluição, favorecem infecções, ardência e ressecamento dos olhos, boca e nariz, principalmente em crianças, idosos e doentes crônicos. Além disso, agrava significativamente o quadro de doenças respiratórias, entre elas rinite, bronquite e asma. Isso porque o ar seco desidrata as mucosas do nariz, garganta e faringe, o que pode levar à inflamações.

Para o Dr. Arnaldo Guilherme B. Tamiso, otorrinolaringologista do Hospital Paulista de Otorrinolaringologia,  para melhorar o ar seco a saída é umidificá-lo. Hoje existem sites de previsão do tempo que indicam a umidade relativa do ar, caso esteja abaixo de 40%, já é o estado de alerta.

Segundo o especialista, uma boa alternativa são os umidificadores de ar que, desde os modelos mais simples, podem trazer benefícios à saúde, mas é muito importante saber usá-los corretamente. “Quando o aparelho fica ligado por períodos longos causa um excesso de umidade, o que pode trazer mais problemas do que o alívio, uma vez que os fungos e bactérias se proliferam em alta umidade”, explicou o especialista.

O ideal é ligar o aparelho com antecedência de três a quatro horas e, quando for deitar-se, já terá uma situação boa de umidade. Caso opte por dormir com o equipamento ligado, mantê-lo na intensidade mínima durante à noite e deixar uma porta aberta do ambiente para o escape do excesso é fundamental para ter os efeitos benéficos.

Segundo o médico, os ionizadores também funcionam bem para as pessoas alérgicas a ácaros e fungos, além disso, os aparelhos mais novos e modernos já contam com umidificação.

Outras medidas para quem não quer gastar muito também ser realizadas. A melhor delas é uma toalha de rosto úmida perto do leito, já as bacias não são efetivas porque a superfície e evaporação são pequenas. “Vale ressaltar que é importante beber água e hidratar o nariz com soro para combater o ar seco”, alerta Dr. Tamiso.

24 respostas
  1. Mirian says:

    Gostei. Pois não sabia que quando o aparelho fica ligado por períodos longos causa um excesso de umidade, o que pode trazer mais problemas do que o alívio, uma vez que os fungos e bactérias se proliferam em alta umidade”, e que, o ideal é ligar o aparelho com antecedência de três a quatro horas e, quando for deitar-se.

    Responder
    • ADRIANA BONETES LIMA ASSUNCAO says:

      Olá
      Super Obrigada, pois também não sabia que o umidificador deveria ficar no minimo e que deveria ligar de 3 horas a 4 antes de dormir.

      Responder
  2. Marleni Drehmer says:

    Bom dia, faço uso a muito tempo e de forma errada, deixo a noite toda ligado e no máximo e ainda deixo o quarto todo fechado, não ventila. Tenho notado que estou roca e qd deito parece que começo a tossir.
    Obrigada e vou seguir sua orientação.
    Eu estava suspeitando que tinha algo errado.
    Muito obrigada

    Responder
  3. Custódio Leite says:

    Olá , minha mulher liga o aparelho e o jato de fumaça vapor em direção ao berço e em cima do bebê de três meses. Isso está certo ? Desde já agradeço!!!

    Responder
    • Rodrigo says:

      Em casa, enquanto o ar condicionado está ligado, deixo o umidificador ligado no mínimo.
      Acredito que haja problema pois o ar retira o excesso de umidade.

      Responder
    • Hospital Paulista says:

      Olá Ari, não tem problema deixar ele no chão, desde que a névoa não tenha nenhum bloqueio para se espalhar corretamente pelo cômodo. O ideal é ligar o aparelho com antecedência de três a quatro horas e, quando for deitar-se, já terá uma situação boa de umidade. Caso opte por dormir com o equipamento ligado, mantê-lo na intensidade mínima durante à noite e deixar uma porta aberta do ambiente para o escape do excesso é fundamental para ter os efeitos benéficos.

      Responder

Trackbacks & Pingbacks

Deixe uma resposta

Quer participar?
Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *