Dor de garganta: um alerta que merece atenção

Começa discreta… Uma dorzinha somente ao engolir, mas aos poucos o corpo todo vai sentindo o reflexo deste mal estar. Comum em dias frios e secos, seu tratamento precisa ser indicado por um otorrinolaringologista, pois nem sempre se trata de um problema simples e de rápida solução, principalmente quando a dor é recorrente. Ela é um sinal de alerta que indica que alguma coisa está errada.

Segundo a Dra Cristiane Passos Dias Levy, otorrinolaringologista do Hospital Paulista, a dor de garganta pode ser causada por infecções bacterianas ou virais. A maioria dos casos é de origem viral, mas é preciso ficar atento, pois alguns tipos de vírus podem levar à faringite e/ou amigdalite. São processos benignos e, geralmente, a cura é espontânea.

A dor de garganta é um sintoma que acomete tanto adultos quanto crianças e surge devido a um quadro de faringite e, ou, amigdalite. As causas podem ser virais, bacterianas, alérgicas, irritativas – devido ao ar seco, poluição – e por refluxo. Também pode ser causada ou favorecida pela fadiga, após o enfraquecimento do sistema imunológico, por uma alergia, pelo tabaco ou a sua fumaça, pelo estresse ou nervosismo, ou pelo simples fato de ter falado ou gritado muito.

Principais Sintomas

Podem ocorrer sintomas típicos de um resfriado, como a garganta avermelhada com queimação e irritação, sinais típicos de inflamação, e a dificuldade para engolir alimentos sólidos. Se tiver algum sinal de dor de garganta ao engolir, febre, dores pelo corpo, prostração, inchaço dos gânglios linfáticos, rouquidão e mau hálito, procure um especialista para identificar o problema, uma vez que a dor de garganta é um sintoma de muitas causas diferentes, e cada paciente terá um tratamento mais adequado.

Para finalizar, a médica explica que não há comprovação científica sobre a eficácia dos “remédios caseiros”, o que geralmente acontece é que acabam funcionando como “placebos”, na crença de que vai ajudar, a pessoa acaba melhorando. Em geral, a melhora surge depois de alguns dias, justamente porque já acabou o ciclo natural da doença.

24 respostas
  1. Maurício Antunes Alexandre says:

    Parabéns pelo texto, realmente acho que os remédios caseiros ajudam mais psicologicamente, pois existem diversas receitinhas completamente diferentes para tratar a dor de garganta.

    Responder
  2. Ekystaine Siqueira says:

    Muito obrigado pelas informações aqui prestadas.
    J tava surtando.pq fui no médico,tomei um monte de remédios e nada. Ainda estou com a doença. Fazem três dias. Amanhã já serão quarto diária são 18:35 então já tava triste, pensei até que fosse papeira devido ao inchado está muito e aparente.

    Agora eh só aguardar mesmo.o efeito do remédio juntamente com o ciclo da doença.

    Sou de Maceió Alagoas

    Responder
  3. edilson says:

    sinto dores de garganta todos os dias ja faz quase 2 anos,doi 24 horas por dia,meus ouvidos as vezes doe tambem,ate agora não descobri o motivo desse problema,encomoda demais isso.

    Responder
  4. Maria says:

    Boa noite! Minha garganta está bastante inflamada , e estou sentindo fortes dores no corpo, principalmente na região lombar.
    Não estou tendo febre, mas sinto bastante calafrios,também estou muito enjoada . Seria o caso de procurar a emergência?

    Responder
  5. Daiane says:

    sou professora e uso muito a voz, estou com uma dor constante no lado direito da garganta e ouvido, sinto que lateja refletindo no rosto. Não há sinais de inflamação, gostaria de saber qual o tipo de desgaste está ligado a essa região

    Responder
  6. Crislaine Pereira Guedes says:

    Estou com dor de garganta já faz 15 dias fui a 1 vez ao medico me deu uma bezentacil não resolveu esperei 4 dias voltei me receitou ibuprofeno de 400mg e não resolveu continuo com a dor na garganta

    Responder

Deixe uma resposta

Quer participar?
Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *