Sinusite é uma das queixas mais recorrentes no Hospital Paulista

Doenças de inverno representam mais de 55% dos atendimentos no PS e Ambulatório

É possível perceber que o inverno está chegando quando as pessoas passam a usar roupas mais pesadas, como casacos, toucas e cachecóis e , também, quando se intensificam as queixas de doenças como rinite, sinusite, amidalite, otite e gripe. As chamadas doenças de inverno lotam os ambulatórios e prontos-socorros de hospitais de São Paulo, como é o caso do Hospital Paulista, especializado em Otorrinolaringologia.

Mais de um mês antes da estação mais fria do ano chegar as temperaturas começaram a baixar e, com isso, o Pronto-Socorro do Hospital já vinha recebendo um número considerável de pacientes com queixas de doenças relacionadas às vias respiratórias. Cerca de 55% dos 7 mil atendimentos realizados entre os dias 1 e 31 de maio foram direcionados aos pacientes com sinusites, gripes e amigdalites.

Somente no Ambulatório do Hospital Paulista, por exemplo, o número de pacientes de 0 a 17 anos com queixa de rinite representou 43% do total de atendimentos. Quando falamos em sinusites, o quadro aumenta se comparado ao mesmo período do ano em 2017. A procura pelo Pronto-socorro do Hospital, na mesma faixa etária, cresceu 47%.

As amigdalites também são uma das principais doenças que levam aos prontos-socorros e ambulatórios. Confundida comumente com gripes comuns, elas precisam de mais atenção e cuidado especial. Só em maio, no Hospital Paulista, mais de 400 casos foram diagnosticados.

Comum em todas as épocas do ano, mas agravadas durante as mais frias, as otites levaram mais de 700 pessoas ao Hospital em maio, sendo a maioria crianças.

Confira reportagem especial que a TV Band fez com dicas de nosso especialista, Dr. Gilberto Ulson Pizarro!

http://noticias.band.uol.com.br/jornaldaband/videos/ultimos-videos/16462218/vacina-da-gripe-ficara-disponivel-ate-fim-de-estoques.html

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar?
Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *