Disfunção da ATM, você sabe o que é?

Responsável por fazer a ligação da mandíbula ao crânio, a ATM ou Articulação Temporomandibular é encarregada pela abertura e pelo fechamento bucal. Quando há problemas em seu funcionamento, chamamos de Disfunção da ATM ou DTM (Disfunção Temporomandibular). Essa patologia afeta 20% da população, tendo maior prevalência entre as mulheres na proporção de 9:1 em relação aos homens.

 

Suas causas podem decorrer de diversos fatores como:

  • Traumas na articulação;
  • Bruxismo (ranger constantemente os dentes);
  • Roer as unhas;
  • Mascar chicletes;
  • Reações ligadas a fatores psicológicos como depressão, estresse e ansiedade, além de problemas reumatológicos e hormonais.

 

Alguns sintomas como dores ao abrir e fechar a boca; estalos; dores de cabeça, faciais, no pescoço ou ouvidos; travamento ao abrir e fechar a boca; dificuldades para morder alimentos mais duros; mudança repentina no encaixe dos dentes superiores e inferiores; entre outros, podem indicar problemas na ATM.

 

Os tratamentos visam eliminar as dores e desconfortos e melhorar a função mastigatória. Estes variam de acordo com o caso, dentre os mais adotados pelos médicos são:

  • O uso de medicamentos analgésicos e ou relaxantes musculares;
  • Uso de placas de mordida;
  • Botox;
  • Fisioterapia;
  • Viscosuplementação;
  • Artrocentese;
  • Artroscopia;
  • Cirurgias abertas;
  • Em casos casos mais extremos, próteses condilares.

 

Qual profissional procurar?

Ao perceber alguns dos sintomas supracitados, o cirurgião Buco Maxilo Facial deve ser acionado. Ele realizará o correto diagnóstico para detectar a disfunção por meio de exames clínicos e imaginológicos específicos, entre outros.

 

O Hospital Paulista possui uma equipe de especialistas Buco Maxilo Faciais, especializados para atendê-los, entre em contato conosco e agende sua consulta.

Você pode agendar sua consulta no Ambulatório do Hospital Paulista de Otorrinolaringologia ou seu exame em nosso Centro de Diagnósticos por meio da Central de Agendamentos:

 

Telefone: 011 5087-8787

De segunda à sexta-feira, 7h às 20h; e aos sábados, das 7h às 18h.